segunda-feira, 13 de abril de 2015

A DOUTRINA DA TRINDADE

O termo doutrina tem o sentido de estudo, doutrina bíblica é o estudo bíblico a respeito de certo assunto. Um dos temas que estudamos na bíblia é a doutrina da trindade.

A respeito desta doutrina, alguns líderes religiosos acusam-nos de crermos numa doutrina herética, oriunda do Catolicismo Romano, seus seguidores, sem o devido exame bíblico, ignoram certas realidades, vejamos: As religiões possuem uma crença, e não é por ser esta defendida por uma, que deva ser rejeitado por outra, em nosso caso, procuramos defender a verdade, e a buscamos na Bíblia Sagrada. Se o ensino for confirmadamente bíblico, é o que interessa, não importando que outras crenças e religiões também creiam da mesma forma, como eu disse, o importante é a verdade, e esta, deve ser bíblica.

É verdade que o termo trindade não é encontrado na Escritura Sagrada, porém, esta verdade encontra-se notadamente presente de forma implícita na Bíblia, no testemunho dado pelas Escrituras quanto à verdadeira e completa divindade do Pai, do Filho e do Espírito Santo, mantendo uma distinção de pessoas, em outras palavras, há três pessoas em um único Deus.

Na terceira carta do Apóstolo João (capítulo 5, versículo 7) afirma: “Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra e o Espírito Santo; e estes três são um”. Nesta afirmativa a Palavra refere-se a Jesus Cristo. Mesmo que se alguém descubra uma palavra melhor que defina a Trindade Divina, isto é apenas para descrevê-la, não a muda em nada.

Existe um Deus Pai, um Senhor Jesus Cristo e um Espírito Santo (1Co 8.6; Ef 4.3-6). Assim existem três pessoas distintas com divina individualidade e divina pluralidade. O Pai é chamado de Deus (1Co 8.6), o Filho é chamado de Deus (Is 9.6,7; Hb 1.8; Jo 1.1,2; 20.28) e o Espírito Santo é chamado de Deus (At 5.3,4). Como pessoas distintas, cada um pode ser chamado de Deus e coletivamente podem ser considerados um único Deus por sua perfeita unidade, portanto, Trindade Divina.

Alguns grupos acreditam que a Trindade não existe, alguns destes, dizem que Jesus é o próprio Deus Pai, são os chamados unicistas; vejamos agora, apenas três provas de que Jesus não é o Pai:

  1. O Pai esteve no céu todo o tempo que Jesus esteve na terra: Jesus, durante o conhecido Sermão do Monte, afirma “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus (Mt 5.16).
  2. Cristo agora se assenta à direita do Pai. Durante seu julgamento, Jesus responde: “ ...digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do homem assentado à direita do Todo-Poderoso, e vindo sobre as nuvens do céu (Mt 26.64), e em Atos 2.33,34 está escrito: “De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis. Porque Davi não subiu aos céus, mas ele próprio diz:Disse o Senhor ao meu Senhor:Assenta-te à minha direita.”
  3. Jesus disse que confessaria os homens diante de seu pai, provando que Ele não é o Pai. “Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus” (Mt 10:32).


A Assembleia de Deus é uma denominação cristã que foi fundada no Brasil no ano de 1911, e acredita na doutrina bíblica da Trindade, conforme a tópico 1 do seu credo: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).





Finalizando, que possamos usufruir da benção de Deus, conhecida como a benção apostólica de 1 Corintios 13.13 onde claramente faz referência à Trindade, “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam com vós todos. Amém!





Bibliografia:
Wycliffe, Dicionário Bíblico.
Dake, Bíblia de Estudo. 

Imagens: Internet

Um comentário:

Antonio Batalha disse...

A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,
para deixar abraço amigo e agradecer por termos ficado juntos mais um ano, desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
Atenciosamente. António.
PS. tive de seguir outra vez porque estava sem foto, ou sem endereço.